Ads Top

Entrevista com Andrew Scott

Via SeaWallFilms e Sherlockology


Sobre Sherlock:

Você ganhou um BAFTA como Melhor Ator Coadjuvante, por interpretar Moriarty. Achou a premiação divertida ou assustadora?

Assustadora. Eu sou tímido: Eu lembro que na minha festa de aniversário de 21 anos eu tive que fazer um discurso e fiquei tão nervoso que parecia que eu estava fazendo um discurso fúnebre num velório. De verdade, eu esperava que não tivesse que me levantar. Mas é claro que há um pequeno lado seu que quer ganhar.

Você ficou surpreso com o sucesso colossal de Sherlock?

Eu meio que sabia - todos nós sabíamos - que seria bastante especial. Fico orgulhoso que seja um Sherlock para a nossa geração: Eu fiquei muito orgulhoso de poder interpretar um Moriarty um pouco fora do padrão.

Quanta liberdade você teve?

Eu experimentava diariamente e eles foram me apoiaram incrivelmente nisso. É isso o que você mais quer como ator, alguém que diga "Vai nessa!" e não "O que você está fazendo?"

As fãs de Benedict Cumberbatch chamam a si mesmas de "Cumberbitches". Você tem suas próprias devotas?

Tenho, o que é ao mesmo tempo legal e bizarro. Elas têm vários nomes. Me mandam cartas de amor e artes; assim como Moriarty, meu pessoal é obscuro!

[Curosidade: Amanda Abbington, esposa de Martin Freeeman (que interpreta John Watson) declarou em entrevista à fãs que é uma enorme fã de Andrew Scott, possui camiseta com o rosto dele e tremeu muito ao conhecê-lo. Veja aqui, em português]

Qual o melhor conselho que você já recebeu?

Eu fui sortudo o suficiente pra encontrar com Lauren Bacall uma vez em Nova York, que me disse: "Saiba que nessa indústria você nunca chega lá". Achei um comentário bastante revelador pra uma lenda viva aos 90 anos.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.