Ads Top

Uma volta pelo Museu de Sherlock Holmes

Karla Kizem, integrante do grupo 221Br no Facebook, foi para Londres fazer um intercâmbio e topou ser a nossa correspondente para assuntos Sherlockianos! Ela está escrevendo sobre as suas experiências durante a viagem em seu blog "Divagações e Reclamações", que vocês podem (e devem!) ler aqui.

A primeira parada foi o museu de Sherlock Holmes na Baker Street. Karla prometeu dar uma passadinha em algumas das locações icônicas da série e em breve irá contar tudo pra gente! Fique ligado!



Fui para Baker Street, mais precisamente, 221, letra B. O museu do Sherlock Holmes em Londres é uma coisa engraçada porque não é literalmente um museu. É basicamente um passeio pela casa do detetive, desde a sala até o banheiro, todos os cômodos cheios de artefatos retirados dos casos, anotações supostamente feitas pelo Sherlock e livros de medicina do Dr. Watson em cada instante. Na sala, você pode sentar nas famosas poltronas dos icônicos personagens da literatura inglesa. É emocionante, na verdade. Mais emocionante porque elas estão do lado de uma lareira e essa semana está nevando horrores, então dá até vontade de chorar de emoção. Detalhe interessante sobre a casa: só tem um quarto. Interpretem como quiserem.

[Clique nas fotos para ampliá-las]










O último andar é um banheiro. O engraçado é que você sobe as escadas esperando encontrar outro andar cheio de bonecos e estantes e informações relevantes, mas na verdade é só esse banheiro safado.

Comprei uma deerstalker e um cachimbo na lojinha ao lado e atendi a chamada do meu pai no Skype hoje caracterizada de Sherlock Holmes. Ele levou um susto e foi o ponto alto do meu dia. 



Um comentário:

Tecnologia do Blogger.