Ads Top

O que esperar da volta de Sherlock


Update: 10 de dezembro: vamos aproveitar este post para reunir os destaques com as partes mais interessantes de todas as entrevistas com Benedict Cumberbatch, Martin Freeman, Steven Moffat e Mark Gatiss que estão saindo nesses dias.

***

Foco da terceira temporada

Steven Moffat: "O tema desta vez é a humanização em preogresso de Sherlock, e ele cresce, sim. Nas histórias originais ele começa como um monstro e se torna um herói. Agora, ainda que ele nunca venha a ser amável, ele vai se tornar um verdadeiro herói na nossa versão."

Sobre voltar a ser Sherlock

Benedict Cumberbatch: "Foi mais fácil que na segunda temporada porque eu tinha acabado de rolar por aí pelado e perder minha voz  no Olivier [onde encenou a peça Frankenstein]. Dessa vez foi confortável. Ainda é desafiador, ainda é um trabalho duro, mas já tenho bastante familiaridade"

"Da primeira vez foi muito esquisito. Acho que nós dois [ele e Martin] nos sentimos meio de fora. Eu olhava pra Martin e pensava 'Nossa, eu te vi na televisão em algo bem bom nesse verão'. Demorei pra pegar o ritmo."


Reencontro Sherlock e John

Benedict: "Sherlock é extremamente rude, mas ele se importa com sua amizade com John. Há mais humanidade nele que as pessoas presumem inicialmente." 

"Acho que sem Watson os estabilizadores saíram um pouco de controle, ou talvez tenham voltado ao que eram, não sei. Ele não está na mesma vibração de Londres, não está na mesma vibração com seu habitat natural e não está mesmo na mesma vibração sobre o que é ser um ser humano na sociedade. Para ele, isso vai custar muito. Tudo tem a ver sobre a maneira como John responde ao seu retorno.

Pense um pouco em Sherlock: Ele teve seus desafios e precisou confrontá-los sozinho. Ele está voltando não para uma Londres mudada, mas a Londres dele está muito mudada. Um apartamento vazio, um melhor amigo noivo e não saber como lidar com isso é de partir o coração. Tem que ser. Devia ser engraçado, mas também deve ser doloroso, espero. Espero que não seja muito fofo e que eu tenha feito certo. Estou mais nervoso com isso que com todo o resto, com a maneira como ele se apresenta de volta a Watson."
Mark Gatiss: "O momento em que Sherlock e John se reencontram é de arrepiar o cabelo da nuca. Enquanto Sherlock esteve fora, as coisas mudaram e as pessoas seguiram em frente. Ele volta para mundo que ele espera que seja confortável e o que [este mundo] está disposto a aceitar é a grande questão"

Martin Freeman: "É bem forte e espero que funcione. Você tem a consciência de que não deve exagerar na atuação da enormidade da cena porque não dá pra antecipar com certeza como as pessoas vão perceber as coisas."

Benedict: "Claro que Sherlock sente [empatia sobre o impacto de sua volta em John] - porque ele quer aquela amizade, ele precisa dela. Mas se ele é Sherlock, não necessariamente vai chegar da melhor maneira possível na vida de John. Acho que ele tem um pouco da lógica tipo 'Bem, eu salvei a sua vida e a de outras pessoas.'"

Martin: "Essencialmente é necessário que afete um pouco, mas você não pode ter duas pessoas ressentidas pelo tempo que dura o programa."


A Queda

Moffat: "Nós não trapaceamos e a maioria das pessoas ficará satisfeita."

Benedict: "Eu estava tão curioso quanto a nação para descobrir. Tinha minha própria teoria e não estava tão longe. Mas eu queria entender, sim."

"É um pouco complicado, acho. Pelo menos foi explicado pra mim de maneira bem clara, acho, mas eu tinha um interesse especial já que era eu que estava pulando, fazendo meu dublê cair do telhado, o que foi divertido."

"Eu sabia por alto na época que fizemos. Acho que como Martin, tinham detalhes que eu tinha esquecido depois de dois anos e tantos personagem que interpretei depois. Foi uma surpresa e um deleite, assim como será para o público, quando eu li no roteiro."

Irene Adler

Benedict: "Tem uma gaveta em Baker Street, com o celular dela dentro, não tem? Então, ele tem o seu souvenir, ele guardou algo dela. Mas se você olhar a maneira que eu interpreto o momento após a lembrança daquela noite em Islamabad ou o que tenha ou não acontecido depois de eu tê-la resgatado da morte, eu paro de sorrir e deixo [o telefone] de lado e ele fica na gaveta, saiu do meu ambiente imediato, é algo que está compartimentado."

"Não saímos de férias, não." [nos dois anos em que Sherlock esteve ausente]


Amanda Abbington como Mary Morstan

Nova namorada de John, amante da diversão que trabalha como sua recepcionista e faz o melhor possível para ajudá-lo a voltar com sua vida. [descrição do Radio Times]

Benedict: "Amanda não é uma atriz convidada. Ela é parte da família."

Moffat: "Sherlock fica um pouco diferente quando está com Mary"

Benedict: "Acho que fica sim. Ele ainda existe em seus holofotes e não se sente sufocado por esse relacionament. Mas ela é uma personagem feminina muito forte. Ela está bem envolvida. Eu adoro a dinâmica. Amanda está impressionantemente sutil e tem um bom gosto sublime como atriz."

Leia também: Martin Freeman fala sobre ameaças de morte a Amanda [aqui]

Leia também: Amanda Abbington fala sobre seu papel em Sherlock [aqui]

Sherlock e Mycroft

Benedict: "Definitivamente algumas coisas serão reveladas. Vocês descobrirão mais sobre a relação deles como irmãos, definitivamente. Alguém disse algo que eu gostei bastante, ele disse algo intrigante a Mark, 'Sherlock se preocupa com Mycroft?´, o que eu acho uma ideia maravilhosa, porque eles são tão...eles se fazem de frios um com o outro pra manter a superioridade, mas enfim, vocês vão ver."


Voltar para mais temporadas

Gatiss: "Estamos fazendo o possível para acabar com a carreira deles no cinema. Escalamos dois dos mais quentes atores e é muito empolgante que eles ainda estejam extremamente a fim de fazer. É só uma questão de conseguir combinar a agenda de todo mundo."

Moffat: "Mark e eu brincamos que se quiséssemos escalar os dois agora, as pessoas ririam da nossa cara."

Benedict: "Não, não é como voltar para uma série, é uma coisa bem especial. É sempre um deleite. Eu e Martin somos a primeira audiência e nunca ficamos desapontados. Continuaremos fazendo. E os convidados que temos esse ano são extraordinários."

Martin: "Acho que você precisar cavar durante muito tempo para encontrar algo que seja melhor que isso e mais satisfatório de fazer."

"Se eu viver 100 anos não farei muitas coisas melhores que Sherlock em termos de qualidade e satisfação. Então eu estou feliz em continuar no futuro."


Molly Hooper

Moffat: "Fomos contra nossa primeira decisão que era não adicionar nenhum personagem regular que não fosse de Doyle. A primeira coisa que fizemos foi colocar um personagem regular que não era de Doyle!

"Acho que ela é fascinante porque, com o tempo, certamente quando você chega na segunda temporada, ela vence todos os encontros com Sherlock. Todas as vezes, sempre. E por ser honesta e verdadeira com ele. Ele está tão na retaguarda com Molly agora, eu acho hilário."

"De certa forma, John nunca pode colocar Sherlock na retaguarda, Molly o faz de verdade. Ela meio que ganha cada conversa."

"Você não tem muito disso nas histórias originais, 'O que as mulheres pensam dele?'. Elas não falam muito nas histórias originais. Não acontece muito. Tem a Irene Adler, que ele mal encontra no original. Tem Mrs. Hudson que só traz o chá. Foi divertido ter essa perspectiva dele, o que uma jovem mulher moderna acharaia desse monstro vulnerável."

Benedict: "Todos os personagens aparecem mais. Todos estão de volta e tem um papel [a desempenhar]"

Papeis de mulheres em Sherlock

Martin: "Acho que elas tem mais participação [que nos originais]. Obviamente que eles são extremamente respeitosos a Conan Doyle mas não podem ficar grudados a isso. Tem de ser a nossa versão.

"Porque estamos em 2013, mulheres certamente estão tendo mais presença no programa mas ao msmo tempo isso não colide muito com John e Sherlock porque é necessário que aquela relação apareça de certa forma.

E também porque a relação de Sherlock com a humanidade, incluindo mulheres, é o que é, bem negligente. John é bem mais aberto a humanidade e mulheres, certamente aberto a mulheres!"


O Shortlist fez uma breve prévia do que nos aguarda no primeiro episódio, O Carro Fúnebre Vazio, da S3 de Sherlock. Veja:

Guarde algum champagne: Sherlock retorna no Ano Novo. O que, obviamente, significa que o próprio está vivo. O que, aliás, deve significar que estamos prestes a receber algum boa e louca explicação sobre como ele sobreviveu ao seu pulo do telhado do St. Bart's no final da segunda temporada. Falando para a ShortList, o homem que o interpreta, Benedict Cumberbatch, não estava disposto a revelar spoilers, mas disse que "vocês vão se amarrar".

Então, o que sabemos?

Bem, depois de Sherlock "falecer", seu braço direito John Watson está canalizando seu luto infinito em um excelente bigode a la Magnum PI e seguindo em frente em seu relacionamento com sua namorada Mary (esposa de Martin Freeman na vida real, Amanda Abbington). Sua tranquilidade é abalada pelo retorno de seu colega. Diz Freeman: "Você consegue imaginar, você pensava que alguém que você amava morreu, e aí descobre que não, são novidades vem grandes."

Cumberbatch completa que estas novidades imensas talvez não sejam dadas da maneira social mais adequada: "Ele é Sherlock, então ele não necessariamente se apresenta de volta na vida de John da melhor maneira possível."

O co-criador Mark Gatiss também tem sua mensagem para os fãs impacientes que esperam uma explicação por trás da "ressurreição" de Sherlock: "Conan Doyle o jogou de uma cachoeira e o abandonou por 10 anos. Nós sumimos com ele dois minutos e meio antes de dizer que ele estava de volta. E eis a velha máxima - 'o suspense está me matando, espero que dure'."

Parece que nós teremos que esperar pela grande revelação, mas talvez se olharmos para essas fotos exclusivas tempo suficiente, ela nos releve alguns segredos. Como um Olho Mágico de detetive.

Sherlock retorna dia 01 de janeiro às 21h (UK) com o episódio "The Empty Hearse".
No dia 25 de dezembro a BBC disponibiliza em seu site um mini-episódio chamado "Many Happy Returns".


Para quem quiser saber mais:

Terceira temporada: sinopses, elenco, links, vídeos, fotos e mais. [aqui]

Elenco de Sherlock fala sobre a nova temporada - matéria do Independent traduzida no blog [aqui]

Fontes:





Tv & Satellite e Radio Times [scans em nossa galeria]

Um comentário:

  1. Ótima matéria! Muito obrigada, ajudou muito!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.