Ads Top

Benedict Cumberbatch e as histórias sexuais de Sherlock. [18+]


A revista Elle perguntou a Benedict Cumberbatch sobre a sexualidade de Sherlock e como ele seria na cama. Confira o trecho:

"Benedict construiu uma carreira interpretando homens notadamente não-sexuais. (...) Seu Sherlock se abstém de sexo, embora Benedict insista: 'Ele é assexual por um propósito, não porque não tenha um impulso sexual, mas porque o reprime pra fazer o seu trabalho. Banhos frios, olhar cadáveres...isso vai servir."

Ao longo do dia, acabamos conversando sobre sexo. Especificamente, Sherlock e o sexo. Achamos intrigante que a maioria das mulheres (e homens, a propósito) se sentem muito atraídos pelo Sherlock Holmes de Cumberbatch, apesar do fato de na adaptação da BBC o personagem ser virgem, sociopata e, supomos, provavelmente ruim de cama caso tivesse que renunciar sua dita virgindade.

O senhor Cumberbatch discorda. Veementemente. 'Ele conhece corpos muito bem', Benedict insiste. E aí ele nos prova.

ELLE UK: Muitas mulheres desejam Sherlock.

BC: É um problema delas, não meu.

ELLE UK: Eu entendo, ele é incrivelmente cativante mas...

BC: Isso vai me dizer mais sobre você que a resposta irá te dizer sobre mim?

ELLE UK: …na verdade eu penso que ele seria terrível na cama.

BC: Sério? Que horror!

ELLE UK: Eu acho que ele seria proeficiente, claro, mas que faltaria entusiasmo e ele acharia de mau gosto.

BC: Ah, estes são estereótipos terríveis. E fala sério, ele seduziu Janine.

ELLE UK: Mas eles não fizeram sexo

BC: Ah, você tem razão, muito bem, você percebeu isso.

ELLE UK: Como você acha que Sherlock seria na cama? Como você faria uma cena romântica como Sherlock?

BC: Oooh… Sabe, eu provavelmente faria testes com o latex, se envolvesse preservativos, de antemão.

Eu faria um pequeno experimento que envolvesse durabilidade, duração, circunferência, e força. E eu provavelmente tomaria vários suplementos vitamínicos para ter certeza que conseguiria agir, e teria dormido bem, e provavelmente não fumaria muito. Ou beberia, no caso. Não que ele beba.

ELLE UK: Viu só. Proeficiente, mas sem entusiasmo.

BC: É, não, mas espera. Eu provavelmente assistiria muita pornografia...eu teria que depilar certas áreas para me adequar à noção moderna de pelos corporais. E aí eu seria devastador. Saberia exatamente como satisfazer uma mulher, saberia exatamente onde colocar meus dedos, onde colocar minha língua, onde colocar meu - dele, eu devia dizer - os dedos dele, a língua dele. Pense nos violinistas, pense no que eles podem fazer com os dedos. E eu saberia exatamente como deixar a pessoa no clima, e teria prazer em fazer aquela pessoa sentir prazer ao ponto em que eu provavelmente nem precisaria entrar...Mas quando entrasse, seria explosivo.

ELLE UK: Mas ele é capaz de perder o controle?

BC: No sexo, se ele perderia o controle? Acho que pra fazer um sexo muito bom ele provavelmente teria que perder.

ELLE UK: Então ele decidiria perder o controle. Ele faria uma decisão controlada?

BC: Estamos entrando em uma área muito obscura. Sem trocadilhos. Sim, sim. Se fosse necessário sim, sim. Com certeza.

ELLE UK: Agora eu fiquei com vontade de ver essa cena romântica.

BC: Você nunca verá. Não é esse tipo de programa, né?

ELLE UK: Você gostaria que Sherlock transasse com a Molly?

BC: Não!

ELLE UK: Você gostaria que ele transasse com alguém?

BC: Ele transou. Ele transou com Irene Adler. Eles definitivamente foram pra cama na noite que passaram juntos quando ele a resgatou de uma decapitação [risos].

ELLE UK: Não transaram não.

BC: Bem, isso é pra eu saber e você não saber.

ELLE UK: Ele gosta de sexo?

BC: Ah sim, mesmo se for em benefício da rainha e do país ou por algum propósito, sim. Você não notaria a diferença, né? [risos]. Ele é sociopata, acho que ele provavelmente faria isso.

ELLE UK: Bem, isso soa muito desconfortável...

BC: Foi desconfortável quando ele beijou a Molly?

ELLE UK : Awww, nãããão.

BC: Não foi, né!

ELLE UK: Foi um beijo INCRÍVEL.

BC: Um beijo incrível!

ELLE UK: Aquela coisa do cabelo...

BC [faz de brincadeira uma voz pomposa]: Hmmm a ideia foi minha.

ELLE UK: Você praticou aquilo antes?

BC: Não, não pratiquei, fui lá e fiz. Eu tinha um monte de vidro no cabelo [Ele faz aquela coisa com o cabelo. Eu desmaio] e simplesmente fui pra garota."

Links

A história sexual de Sherlock, parte 1: http://www.elleuk.com/now-trending/benedict-cumberbatch-talks-sherlock-and-sex
A história sexual de Sherlock, parte 2: http://www.elleuk.com/now-trending/sherlock-sex-molly-benedict-cumberbatch-irene-adler
Matéria de capa: http://www.elleuk.com/commercial/benedict-cumberbatch/ (inclui ensaio fotográfico e vídeo com making of)

2 comentários:

  1. Se nao for watsom... nao tem graça

    ResponderExcluir
  2. Deus do céu, não sabia q Benedict falava essas coisas nas entrevistas, acho q ele foi longe demais(tinha bebido ou algo assim?), estou mais acostumada com o comportamento de Tom Hiddleston, q parece medir mais as palavras, ser gentil e falar zoeiras menos sujas, como um clichê de um Inglês, acho q Benedict não estava levando a entrevista há sério, a sua versão de Sherlock é claramente pouco sexual, ele tem problemas para se relacionar até com o irmão, acha o amor um erro humano, só se interessa por seu trabalho, e seus interesses amorosos (se existem)são platônicos.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.