Ads Top

Um novo bebê, um novo vilão, e um tom mais sombrio nos aguardam na próxima temporada

Sherlock finalmente retorna no dia 1º de janeiro e algumas grandes mudanças estão em andamento para a quarta temporada. Um novo bebê, um novo vilão, e um tom mais sombrio vão dar as boas vindas a Holmes e Watson quando eles retornarem. Por isso, quando recebemos o astro Martin Freeman, tínhamos muitas perguntas sobre o que esperar quando a nossa dupla de detetives favorita voltar a ativa. Aqui estão alguns destaques do nosso bate-papo.

EW RADIO: Então, temos um Baby Watson a caminho, não é?
MARTIN FREEMAN: Teremos um bebê Watson. O relacionamento de John e Mary seguiu em frente. Nós os vimos da última vez quando Mary ainda estava grávida e retomamos agora encontrando-os com um bebê.

Como a paternidade vai mudar John?
Bem, eu penso que da mesma forma que acontece na vida real - da mesma maneira que muda quando nos tornamos pais de verdade. É uma grande responsabilidade. Não pode mudar muito a dinâmica da série porque, falando de forma generalizada, o programa é sobre Sherlock e John lutando contra o crime, mas acredito que sempre houve um coração dentro da série. Não é apenas uma coisa processual, o crime da semana, estilo CSI. A série sempre foi também sobre a amizade entre esses dois e as outras pessoas que os cercam. John está um pouco mudado, mas você não pode mudar muito o formato da série.


Nós ouvimos que a 4ª temporada vai ser muito sombria. O que isso significa exatamente?
Suponho que se inicia no momento em que John e Mary se tornam pais e essa inevitável responsabilidade que vem com isso. O que poderia ter sido um tanto divertido há três semanas atrás, agora se torna um pouco sério, porque você é responsável pela vida de outra pessoa. Além disso, tem tudo o que vai acontecer na série fora do ambiente familiar. Os casos sempre foram bastante sombrios. Alguns deles são assustadores e você está lidando com alguns dos piores aspectos da natureza humana. Não é como se você estivesse assistindo 'Jogos Mortais', mas, de uma forma agradável, você está assistindo a pessoas desagradáveis muito inteligentes fazerem coisas. E há muito disso, realmente muito. E eu acho que o que acontece quando um amigo tem um filho e se une a outra pessoa é que isso tem imediatamente um efeito sobre a amizade. Eu não quero entregar nada, mas existem algumas mudanças em andamento.
 
Como o vilão Culverton Smith de Toby Jones é diferente de vilões como Moriarty e Magnussen, que vimos anteriormente?
Ele é fantástico. Toby é um ator muito bom e um homem adorável. É bom tê-lo no set. Para alguém que essencialmente é uma pessoa tão doce, ele faz um vilão muito bem. Esse personagem é talvez o personagem mais sombrio que já tivemos, incluindo Magnussen e Moriarty. Ele é alguém que realmente consegue revirar os estômagos de Sherlock e John e eles realmente querem derrubá-lo. Eles querem destruí-lo.

O final de "The Abominable Bride" nos deixou com essa ideia tentadora de que toda a série criada no dia de hoje poderia ser a visão de um Sherlock da era vitoriana drogado. O que você acha disso?
Eu realmente gostei disso também, o fim desse episódio. E então mudou de onde eu li para quando eu vi, porque minha opinião foi uma coisa quando eu li, mas então quando eu vi, eu pensei: "Deus, talvez a única coisa do século XXI seja ..." E eu gosto dessa ambigüidade. Mas eu não acho seja isso. Mas eu não sei. Não tenho certeza.

Como você equilibra a possibilidade de fazer uma quinta temporada com a vontade de querer fazer outras coisas?
Todos os envolvidos na série estão bastante conscientes de como bem escrito e como bem produzido o programa é. Se você está em uma série que é bem escrita, bem filmada, com uma boa audiência e você é sortudo o bastante para ter química com a pessoa, isso é muito legal. E isso não acontece todos os dias. Mas, ao mesmo tempo, queremos fazer outras coisas. E graças a Deus estamos todos ocupados. [Co-criadores] Steven Moffat e Mark Gatiss estão ocupados. Todo mundo está ocupado. Eu não gostaria de fazer qualquer promessa de qualquer maneira sobre esse assunto.

Acredito que a finalização das coisas não é algo para se ter medo. Você consegue imaginar os Beatles agora? Jesus. Certas coisas devem terminar. Acho que tudo supostamente deve ser finito. Quem sabe? Eu nunca sei (o que vai acontecer) assim que a gente encerra uma temporada, porque leva tanto tempo pra fazer outra


Assista ao novo trailer legendado da quarta temporada

 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.