Ads Top



Com o hiatus por tempo indeterminado da série, nós decidimos nos reunir e fazer um ranking da Sherlock Brasil com aqueles que consideramos os melhores e os piores episódios de Sherlock. Cada integrante da equipe enviou uma lista com a sua ordem de preferência e o resultado reflete bem a nossa opinião enquanto grupo. Vocês vão notar que os episódios escritos unicamente por Steven Moffat são mais apreciados que aqueles escritos unicamente por Mark Gatiss e que o diretor que parece mais ter acertado é Paul McGuigan - para que não sabe, McGuigan é o responsável por inovar com a invenção de adicionar os textos flutuando na tela, criando a identidade visual icônica de Sherlock que influenciou diversas obras televisivas posteriormente. Apesar disso, não é de Steven Moffat o nosso roteiro preferido e nem de Paul McGuigan a direção do episódio mais votado como melhor entre a equipe.

Para deixar o post mais divertido, resolvemos ilustrar cada episódio com os crack!videos que fizemos durante a nossa #RetrospectivaSherlock -- para quem não sabe, crack!videos são vídeos de humor que fazem um mix com cenas e detalhes do episódio com memes, músicas e o que mais der na telha!

Nossa opinião obviamente não é definitiva e não é nossa intenção influenciar ou interferir nos gostos alheios. Prova disso é que nenhuma posição do ranking foi unanimidade entre a equipe e os mais curiosos poderão saber quais foram as listas de cada um de nós clicando aqui.

Veja o resultado abaixo e não deixe de colocar nos comentários o seu ranking pessoal! Você também pode votar nos seus episódios favoritos na enquete que está ali acima, na lateral direita do blog ➡️


Equipe Sherlock Brasil


SHERLOCK: RANKING DO MELHOR AO PIOR EPISÓDIO

Os cinco melhores

01. A Queda de Reichenbach (2012)
Ainda que Steven Moffat costume levar os créditos por partir nossos corações com a cena em que John se despede de Sherlock em seu túmulo, o monólogo e todo esse belíssimo episódio foi escrito pelo roteirista Steve Thompson, que desfrutou muito pouco do grande sucesso de seu roteiro e acabou sendo esquecido por Sherlock: Thompson ainda colaborou com Moffat e Gatiss no segundo episódio da terceira temporada e depois sumiu silenciosamente das vistas de todos. Em A Queda de Reichenbach pudemos ver Sherlock Holmes e Jim Moriarty em seu derradeiro confronto, em um thriller psicológico que versa basicamente sobre manipulação e consequência. A atenção às pistas é tão detalhada que este episódio deixou os fãs da série teorizando durante anos não apenas sobre como Sherlock poderia ter sobrevivido à queda, como também sobre o significado de cada um desses pequenos detalhes. Entre primeiro e segundo lugar, foi o episódio mais votado como preferido pela equipe Sherlock Brasil e acabou levando o posto de melhor episódio da série.

Roteiro: Steve Thompson
Direção: Toby Haynes

 

02. Um Estudo em Rosa (2010)
O início de tudo. Como não amar a oportunidade de ver Sherlock Holmes e o Doutor Watson se encontrando pela primeira vez, com uma apresentação pra lá de teatral de Sherlock recitando: "O nome é Sherlock Holmes e o endereço é o 221B em Baker Street"? Steven Moffat nos entregou um episódio de estreia inspiradíssimo, com um caso inteligente e tiradas até hoje lembradas pelos fãs da série. Além disso, a estreia de Sherlock em si foi um marco para o audiovisual, com a solução gráfica para a troca de mensagens de Sherlock e suas deduções sendo copiadas por muitas obras desde então.

Roteiro: Steven Moffat
Direção: Paul McGuigan


03. O Grande Jogo (2010)
O terceiro episódio da primeira temporada é um dos mais eletrizantes da série. Entre bombas e corridas contra o tempo, Sherlock precisa resolver diversos crimes aparentemente perfeitos, sendo arrastado para o jogo de seu inimigo Moriarty. É a primeira vez que ambos se confrontam na tela, em um finale que deixa o espectador implorando para ver o episódio seguinte. (Curiosamente, o episódio seguinte é também o próximo em nosso ranking).

Roteiro: Mark Gatiss
Direção: Paul McGuigan


04. Um Escândalo na Belgrávia (2012)
Quando Moffat respondeu em recente entrevista que "Um Escândalo na Belgrávia" era o trabalho do qual ele mais se orgulhava não era pra menos! O primeiro episódio da segunda temporada está no top 3 de muitos fãs da série da BBC. Na história, a transformação da personagem Irene Adler em uma dominatrix, até hoje levanta debates entre os fãs da obra original, mas em nada tira o mérito da excelente trama, onde pela primeira vez vemos um Sherlock se deixar envolver por sentimentos que por pouco não o deixam a mercê de um plano audacioso elaborado por aquela que hoje é lembrada somente como A Mulher.

Roteiro: Steven Moffat
Direção: Paul McGuigan


05. O Detetive Mentiroso (2017)
Um episódio que trata sem pudor da Morte. A construção das personagens nesse episódio fez-se incrivelmente profunda, e isso não se restringe apenas a Sherlock e John. Os mesmos se imergiram em uma intensidade e fúria tão grandes como se brigassem com um espelho em certos momentos. John com seus assuntos inacabados, Sherlock com sua ida ao inferno. Para completar, Toby Jones nos entrega um vilão cativante e assustador como não havia na série desde Moriarty e um plot twist surpreendente que nos mostra que nada é o que parece.

Roteiro: Steven Moffat
Direção: Nick Hurran





Segunda parte

06. A Noiva Abominável (2016)

Roteiro: Mark Gatiss e Steven Moffat
Direção: Douglas Mckinnon 



07. O Sinal dos Três (2014)

Roteiro: Mark Gatiss, Steven Moffat e Steve Thompson
Direção: Colm McCarthy



08. O Último Voto (2014)

Roteiro: Steven Moffat
Direção: Nick Hurran

09. O Carro Funerário Vazio (2014)

Roteiro: Mark Gatiss
Direção: Jeremy Lovering



10. Os Cães de Baskerville (2012)

Roteiro: Mark Gatiss
Direção: Paul McGuigan


11. O Problema Final (2017)

Roteiro: Mark Gatiss e Steven Moffat
Direção: Benjamin Caron
 

12. O Banqueiro Cego (2010)

Roteiro: Mark Gatiss
Direção: Euros Lynn

13. As Seis Thatchers (2017)

Roteiro: Mark Gatiss
Direção: Rachel Talalay

 
Menções honrosas:

Apesar de não terem feito parte da nossa votação, vale a menção a esses dois episódios de Sherlock que muita gente ainda não conhece: o websódio Many Happy Returns e o piloto original de Um Estudo em Rosa.

Um Estudo em Rosa: Piloto não transmitido (2008)
O Unaired Pilot (ou O Piloto-Que-Não-Foi-Ao-Ar) se trata daquela versão de Um Estudo em Rosa de 2008, quando Sherlock seria uma série de 6 episódios com 1h de duração cada, trazendo um Benedict Cumberbatch de calça jeans e com um corte de cabelo que mais lembra o Nick Burkhardt de Grimm, interpretando um Sherlock Holmes mais simpático. A BBC não curtiu, mudou o formato da série para 3 episódios de 1h30, injetou um pouco mais de dinheiro no orçamento da produção e Steven Moffat acabou reescrevendo o final original. O episódio acabou virando extra do blu-ray britânico da primeira temporada, mas está disponível para downloads na rede mundial de computadores. Para ilustrar, separamos o vídeo que mostra a diferença entre Sherlock se apresentando no Piloto e no primeiro episódio que foi ao ar.
Saiba como baixar legendado aqui

Roteiro: Steven Moffat
Direção: Coky Giedroyc



Muitos retornos felizes (Mini websódio) (2013)
Este pequeno episódio (7 minutos) foi uma surpresinha de Natal para os fãs de Sherlock em 2013: o websódio foi lançado somente através do BBC iPlayer e serviu como prólogo para a terceira temporada, que estreou no dia 01 de janeiro de 2014.

O título um cumprimento de feliz aniversário (Many Happy Returns) que faz sentido em inglês mas que não encontra equivalente em português, e faz um trocadilho com o então iminente retorno de Sherlock do mundo dos mortos. Assista abaixo (pode demorar para aparecer o vídeo) ou faça o download aqui.

Também está disponível para assistir online direto no grupo Sherlock Brasil no Facebook.
Solicite sua entrada aqui: https://www.facebook.com/groups/sherlockbrasil/
E assista o websódio nesse post aqui (link)

Roteiro: Mark Gatiss e Steven Moffat
Direção: Jeremy Lovering

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.