Ads Top


Algumas horas após ir ao ar a entrevista ao Financial Times em que Martin Freeman revela que ele e Amanda Abbington não estão mais juntos, a atriz conversou com o jornal The Telegraph explicando os motivos da separação e como foi estranho cuidar de um bebê ao lado de Freeman, já que isso relembrou a ambos um passado que tiveram em comum, sendo pais de duas crianças.

A entrevista contém um spoiler sobre o relacionamento entre John e Mary, então se você prefere não saber de nada, é melhor não ler. Destacamos somente os trechos que falam sobre a série:

Na iminente temporada de Sherlock da BBC, os espectadores irão ver a relação entre o Doutor Watson de Martin Freeman e sua esposa Mary começando a desmoronar após o casal ser abençoado com uma criança.

Mas em um cruel exemplo da vida imitando a arte, Freeman e Amanda Abbington, sua parceira na frente das câmeras e por trás delas, anunciaram a separação na vida real também.

As filmagens da temporada, que mostra rachaduras começando a aparecer no casamento dos Watsons após a chegada do novo bebê, começaram duas semanas após a separação do casal na vida real.

Amanda admitiu que a coincidência foi "muito estranha". Ela disse: "Principalmente por interpretarmos pais de primeira viagem de novo, que acordam a noite toda para dar mamadeira e essas coisas, porque nós estávamos efetivamente revisitando o que aconteceu quando nós ficamos juntos".

A atriz completou: "Eu amo trabalhar com Martin, e nós definitivamente faríamos isso de novo, mas houveram alguns pontos fracos nesse episódio em que nós pensamos 'ai, será que é a coisa certa o que estamos fazendo?', mas a resposta ressonante sempre foi sim".

E como já estamos falando sobre rupturas, na já citada entrevista de Martin ele reforça a ideia de que Sherlock chega ao fim em sua quarta temporada:

Por quanto tempo ele continuará em Sherlock? "Tudo o que posso dizer...é que eu amo que as coisas sejam finitas...Sempre fico feliz que se pare antes que as pessoas queiram que você pare, ou então os Beatles ainda estariam por aí. Eu fico muito, muito feliz que eles tenham dito 'não, já é o suficiente'".



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.