Ads Top

Alguns pontos sobre o controle mental no episódio O Problema Final


Para entender este post, você precisa ter assistido o episódio O Problema Final

Por Gideon Henrique*

Vejo muitas pessoas falando que o poder de manipulação da Eurus era "sobrenatural’’. Eles não eram. Ela usou duas técnicas, "Mirroring’’ e o efeito "Zeigarnik’’.

Não vou explicar aqui o que são as duas, vou apenas dar um resumo, mas irei deixar links em INGLÊS para quem se interesse em ler. (Se você leu sobre o Palácio Mental do Sherlock, você vai gostar disso, juro.)

Mirroring (link): Quando conhecemos alguém, nós precisamos assimilar se a sua postura é "positiva’’ ou "negativa’’ perante a gente. Fazemos isso ‘escaneando’ o corpo da outra pessoa, vendo se os seus gestos ou movimentos se assemelham ao que nós fazemos, o que é conhecido como "mirroring’’ (espelhamento, em tradução livre).

Zeigarnik (link): Foi descoberto no ano de 1927 que a interrupção de uma tarefa que requer foco pode, de fato, melhorar a capacidade de uma pessoa para lembrá-la depois.

01. Na entrevista com o Governador, provavelmente com Dr. Taylor também, Eurus usou o Efeito Zeigarnik mantendo contato visual e usando um ‘’tic’’ para pontar ou interromper o que ela estava falando, até mesmo quando ela parece estar falando em poesias sem sentido. Isso é uma técnica para ‘’trollar’’ o subconsciente que ações, palavras, ou ideias específicas são inacabadas e, portanto, importante e devem ser tratadas.

02. Um exemplo musical disso é a música ‘’Gangnam Style’’. Não sou músico, então preste atenção na minha tentativa de explicar, essencialmente o medidor da música é um 4/4, as notas músicas tendem a se agitar em batidas de três. Isso da ao nosso cérebro a constante sensação que a música está inacabada e ‘’furada’’. Você percebe isso em outras músicas como Toxic, Uptown Funk, The Power of Love, e muita outras onde há uma explosão súbita de música ou som do resto da música com uma espécie de pontuação repetitiva. É também por isso que você fica com um som específico ou uma única linha presa na sua cabeça repetidamente.

03. Mirroring é uma tendência subconsciente para falar, se comportar e se vestir como os seus no seu ‘’grupo’’. É uma maneira de identificar aqueles que você interage com a maioria e identificar aqueles que não são do seu grupo. Se você sabe alguma coisa sobre "mirroring’’ você consegue enganar alguém subconscientemente só de te ouvirem e estarem aberto para você em um nível subconsciente. A Eurus fez isso quando ela se espelha aos movimentos da cabeça do Moriarty e sua linguagem corporal sensual até que a imagem do espelho do seu rosto interpõe sobre o dele. Ela faz isso com Sherlock quando é mostrado que ele está avançando com base em sua linguagem corporal, bem como levantar a mão dele no tempo com a dela.

Esse episódio teve muitas melhorias em relações aos outros, mas é frustrante (para mim pelo menos) que todos estejam dizendo que é "mágica’’ ou que ela é simplesmente superpoderosa e que isso "não se encaixa na serie’’. Não é mágica, ela é apenas muito inteligente.

*Os textos assinados representam os pontos de vista de seus autores e não necessariamente refletem as opiniões da Sherlock Brasil

Um comentário:

  1. Meu Deus! Obrigado, enfim alguém coerente! Programação Neuro Linguística... Só isso que a Eurus usou! Muito bom o seu post e seu conteúdo aqui do site!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.