Ads Top

Steven Moffat avisa que fãs podem ter que esperar muito tempo por uma quinta temporada



Continuando a saga de incertezas sobre se haverá ou não uma próxima temporada de Sherlock, Steven Moffat avisou que o programa pode ficar mais tempo fora do ar do que o que já é esperado. Ainda que alguns encarem isso como um fio de esperança, a probabilidade maior é que Sherlock não venha a ser renovada. Você pode ler mais sobre isso aqui.

A tradução abaixo foi feita por Violet Holmes na página Benedict Cumberbatch Brasil e cedida para o blog Sherlock Brasil:

Steven Moffat avisa que o programa pode 'ficar fora do ar por muito tempo', e acrescenta que os astros Benedict Cumberbatch e Martin Freeman não serão substituídos.

Mas ele disse que não ficaria surpreso se o programa da BBC voltasse para uma quinta temporada.

Moffat falou ao público no festival BFI e Radio Times Television no centro de Londres: 'Nem Benedict, nem Mark [Gatiss], nem Martin são contra fazer mais Sherlock'.

'Nos divertimos muito fazendo, é um grupo muito, muito legal de pessoas e nós gostamos muito de nos reunir.'

Ele disse que todos envolvidos no programa estão 'conscientes, muito conscientes' do quanto é especial fazer parte dele.

'E isso significa duas coisas, não gostaríamos de fazer se achássemos que não conseguiríamos fazer tão bem quanto fazíamos', ele disse.

'Também significa que voltaremos para ele quando sentirmos que temos a ideia certa'.
Ele acrescentou: 'pode ficar fora do ar por muito tempo'.

'Mas eu ficaria surpreso, como já disse antes, se não fizéssemos mais nenhum Sherlock.'

Perguntado se consideraria reescalar Cumberbatch e Freeman, que estrelam o programa como a dupla Sherlock Holmes e Dr. Watson, ele respondeu: 'absolutamente não'.

'Você pode admirar ótima fotografia, uma ótima trilha, ótimo roteiro, ótima direção, ótima produção', ele disse.

'Vc pode admirar todas essas coisas, mas você se apaixona apenas pelas pessoas.'

'E as pessoas pelas quais você se apaixona são Sherlock, Benedict Cumberbatch e Martin Freeman.'
'Não se pode substituí-los. Eles são a magia. Eles são o show.'

Moffat, que está saindo do seu papel como roteirista e produtor executivo de Doctor Who, disse que ele 'viveu o seu ápice'.

'Quer dizer, eu nunca vou superar ser o cara que estava no comando de Doctor Who e Sherlock ao mesmo tempo', ele disse.

'Isso não é possível. Eu nem tenho certeza de que eu gostaria de superar isso. É uma coisa incrível.'

Fonte: Evening Standard

Em tempo: Steven Moffat e Mark Gatiss já estão pensando em criar coisas novas para a TV (fonte)


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.